Cultura e Arte

O Programa de Pós-Graduação em Filosofia (PPGFil) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) publicou o primeiro número da Revista Ipseitas. O periódico tem como objetivo acolher e divulgar a reflexão e produção acadêmica na área de Filosofia e publica artigos inéditos e/ou traduzidos, ensaios, resenhas e traduções. De acordo com Paulo Roberto Licht dos Santos, docente do Departamento de Filosofia da Universidade, a Ipseitas não é uma revista temática mas, sim, procura contemplar a diversidade de áreas e de interesses que têm marcado a filosofia.

Foi aberta na terça-feira (07/04), na galeria de arte do Palácio Pereda – sede da embaixada do Brasil em Buenos Aires, na Argentina –, a exposição La Naturaleza Brasilenã. A exposição é resultado de uma parceria entre a FAPESP e o Museu Botânico de Berlim, da Alemanha, e mostra o trabalho de documentação feita pelo naturalista alemão Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868), reunido na obra Flora brasiliensis que, 174 anos após a publicação do seu primeiro volume permanece como o mais completo levantamento da flora brasileira.

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) e a FAPESP lançaram, no dia 14 de março, uma coleção de livros com revisões de 100 obras publicadas em cinco décadas das Ciências da Comunicação no Brasil, com foco no trabalho pioneiro realizado por autores e instituições do Estado de São Paulo.

Publicado pela Editora PUC Minas e coordenado por Patrus Ananias de Sousa, este livro reúne as palestras do seminário sobre o professor Edgar realizado na PUC em 1997, mais um discurso de paraninfo do próprio Edgar e os discursos proferidos por Patrus Ananias de Sousa e Bernardo Novais da Mata Machado na Academia Mineira de Letras, por ocasião do centenário de nascimento do professor Edgar. Os textos rememoram a marcante personalidade, a trajetória, as ideias e as influências desse filósofo da práxis que foi o professor.

A Editora da Unisul acaba de lançar História da Literatura Brasileira: Da Carta de Caminha aos contemporâneos, do poeta, prosador e ensaísta Carlos Nejar, da Academia Brasileira de Letras. Este livro é a mais completa história da literatura brasileira e tem 954 páginas. Dividido em 38 capítulos, começa pela Carta de Pero Vaz de Caminha, a certidão de nascimento do Brasil, passa pelas referência solares de todos os movimentos literários e chega aos contemporâneos, cobrindo até autores que estrearam depois do ano 2.000. Nenhuma outra História da Literatura Brasileira tem esta abrangência.

A TV Cultura estreia no dia 7 de março um novo programa que apresentará os bastidores da produção científica paulista em diversas áreas do conhecimento. O SP Pesquisa é resultado de um termo de cooperação assinado entre a FAPESP e a Fundação Padre Anchieta, responsável pela TV Cultura. A produção leva ao ar o trabalho de pesquisadores que atuam em instituições paulistas e apresenta relações entre as pesquisas e o dia a dia da população, esclarecendo, de forma simplificada e com recursos visuais, conceitos relacionados às áreas abordadas.

Eles eram gigantes e habitaram o nosso planeta há mais de 200 milhões de anos. Mas, apesar de tanto tempo depois de sua extinção, os dinossauros continuam aguçando a curiosidade de muita gente, principalmente a das crianças. Pensando nisso, o geólogo Mauro Cesar Geraldes, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), está organizando a exposição “Cabeça Dinossauro”, prevista para o período de 2 a 15 de abril, no campus Maracanã da universidade (Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã).

USP prof vanzoliniO Laboratório de História da Ciência e a diretoria do Instituto Butantan promovem, no dia 3 de março, o lançamento da revista Cadernos de História da Ciência em homenagem ao zoólogo Paulo Emílio Vanzolini (1924-2013). Haverá uma mesa-redonda com autores dos artigos da revista e com convidados.

Com o objetivo de apresentar à comunidade científica internacional sua experiência bem-sucedida como modelo para a publicação eletrônica cooperativa de periódicos científicos na internet, o Scientific Electronic Library On Line (SciELO) lançou, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a publicação SciELO – 15 Anos de Acesso Aberto: um estudo analítico sobre acesso aberto e comunicação científica.

Um aparelho de observação de estrelas que lembra um canhão antigo, de quase 3 metros de comprimento, é uma das razões de orgulho do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), do Rio de Janeiro. Construído na França, o círculo meridiano de Gautier, como é chamado, foi instalado em 1900 em um abrigo provisório de madeira na antiga sede do Observatório Nacional, no morro do Castelo.

Antonio GramsciCom base na produção textual do pensador italiano Antonio Gramsci entre 1929 e 1935, quando esteve preso, o livro Política e literatura: Antonio Gramsci e a crítica italiana, da doutoranda Daniela Mussi, retrata os pontos de vista do pensador marxista sobre as relações da produção literária com a vida política da Itália e da Europa a partir do século 19.