Cultura e Arte

Foi aberta ao público nesta quarta-feira (07/05), no Grand Palais, de Paris, a exposição Guerre et Paix de Portinari, que apresenta os dois últimos murais pintados pelo pintor brasileiro Candido Portinari (1903-1962). Encomendados pelo governo brasileiro para presentear a Organização das Nações Unidas (ONU), os painéis estavam dispostos no hall da Assembleia Geral e eram de acesso restrito aos delegados dos países membros.

A partir de amanhã, 6/5, até quinta-feira, 8/5, a Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar) realiza a XI Feira do Livro da UFSCar, evento tradicional do Campus São Carlos. Nesta edição, 25 editoras expõem seus livros com preços especiais e descontos que variam de 15 a 40%. A Feira é gratuita e aberta a todos os interessados. O evento será realizado na área externa da Biblioteca Comunitária (BCo) da UFSCar, na área Norte do Campus São Carlos, das 8 às 20 horas.

Para comemorar o Dia Nacional do Índio, o Programa Revitalizando Culturas da Unisul prepara a 9ª Semana Cultural Tekoà Itaty e a 11ª Semana Indígena Unisul Pedra Branca, que acontece de 12 a 18 de abril, na Unisul Pedra Branca. O evento intitulado NHANDEREKO (Nosso Território, em língua guarani) visa acolher os djuruá (não-índios) para partilhar os valores culturais, o modo de ser dos guarani e, de certa forma, trocar saberes e aprender com os povos originários ainda em curso no Brasil.

No dia 21 de março, data em que é celebrado o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, foram lançados em Brasília (DF) os dois volumes da síntese da Coleção História Geral da África, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). As publicações são organizadas pelo escritório da Unesco no Brasil, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Integração do Ministério da Educação e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

No próximo dia 5 de abril, às 16h30, o violonista Daniel Murray e o clarinetista italiano, Luca Luciano, se apresentam na Fundação Ema Klabin pelo Programa Nova Música. No repertório: Heitor Villa Lobos, Guerra-Peixe, Hermeto Pascoal, Tom Jobim, Egberto Gismonti e composições autorais. O duo apresenta uma fusão das tradições brasileiras e europeias em uma espécie de intercâmbio cultural que começou em 2009, inspirado pela ideia de celebrar o 50º aniversário da morte de Heitor Villa-Lobos com uma série de concertos na Europa.

A Universidade São Judas será uma das instituições de ensino superior da capital a participar da divulgação de filmes da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que acontecerá entre os dias 20 e 27 de março. "Trashed - Para Onde Vai o Nosso Lixo?", documentário produzido no Reino Unido, conta com a apresentação do ator Jeremy Irons, que viaja o mundo conversando com cientistas, políticos e cidadãos comuns. O filme mostra como a saúde e os meios de subsistência, das mais variadas sociedades, foram severamente afetados pelos resíduos.

No mês do aniversário do naturalista britânico Charles Darwin, o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP) o homenageia com a mostra Darwin para Todos – aberta à visitação até 9 de março, no Catavento Cultural e Educacional, em São Paulo. Painéis, animais conservados, coleções de aves, insetos, répteis e peixes, além de exemplos de espécies coletadas por Darwin em sua passagem pelo Brasil, estão expostos no evento que apresenta a história do pesquisador e de sua teoria da evolução por meio da seleção natural.

Quando o comerciante inglês John Luccock aportou em terras brasileiras, poucos meses após a chegada da família real portuguesa e da abertura dos portos da então colônia ao comércio internacional, a cidade do Rio de Janeiro compreendia um quadrilátero que pouco ultrapassava os limites entre o Cais Pharoux, hoje Praça XV, até o Campo de Santana, que mais tarde seria a Praça da República. O que existia para além desse núcleo eram sítios e chácaras, onde residia a população mais abastada, que não precisava trabalhar ou circular pelas ruas do Centro, ocupadas majoritariamente por pequenos comerciantes, trabalhadores, ambulantes e escravos.

Por meio da análise de trabalhos acadêmicos realizados entre 1975 e 2004 e de estudos quantitativos e qualitativos com professores de português que lecionam no Ensino Médio da rede pública da cidade de São Paulo, a pesquisadora Gabriella Rodella de Oliveira, mestre em Linguagem e Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE/USP), constatou que os principais entraves para a formação de alunos leitores já duram pelo menos quatro décadas.

A Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo (USP) promove, até o fim do mês de janeiro, passeios gratuitos pelas dependências da instituição na capital paulista. O Giro Cultural USP oferece três opções de roteiros: o “Vista Panorâmica”, que está agendado para os dias 18 e 27; o “Acervo Científico”, no dia 28; e o “Acervo Cultural”, nos dias 17 e 31. Cada um deles apresenta as particularidades referentes ao tema e todos têm em comum o objetivo de divulgar o patrimônio arquitetônico, artístico e científico da instituição.

Em comemoração à temporada “Alemanha+Brasil – Quando ideias se encontram”, a Sociedade Max Planck realizará, entre os dias 30 de janeiro e 21 de fevereiro, em São Paulo, a exposição Túnel da Ciência Max Planck. Pela primeira vez no Brasil, a mostra multimídia apresentará as descobertas da pesquisa básica que transformarão a humanidade e as oportunidades científicas e tecnológicas geradas por elas. Uma réplica de robô enviado a Marte e um espelho que cria efeito semelhante a um raio X (Magic Mirror) são destaques da exposição.