O “VI UFRJ Ambientável”, evento realizado pelos alunos de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica da UFRJ, começa nesta terça-feira (19), no Centro de Tecnologia, na Ilha do Fundão. A temática deste ano é “Energia: Fontes Atuais e Novas Perspectivas”, abordagem escolhida pela proximidade da apresentação do plano decenal de energia 2010/2019 aprovado pelo Ministério de Minas e Energia e das constantes inovações tecnológicas na área. As atividades ocorrem até quinta-feira (21) e são abertas ao público.
As mesas redondas serão formadas por acadêmicos da universidade e representantes de grandes instituições do Brasil na área de energia, como a Petrobras; a Agência Nacional de Petróleo; a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), entidade vinculada ao Ministério de Minas e Energia; o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e a Kyocera. Além das palestras, os participantes poderão conhecer laboratórios, como a Casa Solar Eficiente e o Centro de Aplicações de Tecnologias Eficientes – CATE. Também haverá minicursos, visita técnica ao aterro sanitário de Adrianópolis e atividades de confraternização.

Para a estudante Fernanda França Ferreira, uma das organizadoras do evento, a programação segue um princípio básico: “Não ditar verdades, fazer pensar”. Segundo ela, o UFRJ Ambientável traz ao publico a visão de pessoas notáveis dentro da área em questão, o que enriquece o conhecimento dos presentes e dos próprios organizadores. “Estendemos nosso convite para alunos de Engenharia Ambiental de todo o país e também para qualquer outra pessoa interessada. Queremos discussões ricas, com participação de toda a sociedade, pois este tem sido o segredo do sucesso das outras edições”,  garante Fernanda.  

Fernanda conta também que, além de aprender sobre os temas discutidos, o evento é uma oportunidade de ampliar a formação como profissional e, principalmente, como pessoa. “Recebemos apoio de diversos professores da Escola para realizar o evento, mas somos incentivados a tomar a frente de toda a organização. Além dos conhecimentos técnicos e científicos, a iniciativa possibilita que os alunos assimilem habilidades, como espírito de equipe, liderança, desenvoltura e criatividade”, completa a estudante.

O UFRJ Ambientável faz parte do calendário acadêmico da Poli/UFRJ desde 2005. A proposta defendida é analisar o escopo e identificar as perspectivas que caracterizem o surgimento da proposta de uma engenharia ambiental e sustentável, ou seja, ambientável. Outras informações sobre o evento em www.ufrjambientavel.poli.ufrj.br.
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn