O curso “Genética Aplicada à Aquicultura” será realizado no dia 28 de abril de 2017, das 8h às 16h30, no Centro do Pescado Continental do Instituto de Pesca, em São José do Rio Preto (SP). Segundo os organizadores, a produção de peixes no Brasil ainda é desenvolvida com base em espécies que não possuem programas de melhoramento genético, com algumas exceções como a tilápia da linhagem Gift.
“O melhoramento genético efetuado com peixes no exterior tem mostrado um grande potencial de ganho de crescimento por geração. Para tanto é necessário a identificação da variabilidade genética do plantel por meio de técnicas genéticas e uso de uma metodologia de seleção dirigida, com a identificação dos reprodutores e escolha das características de interesse. Cada nova geração melhorada serve de base para o próximo passo, formando famílias com a maior diversidade genética possível”, dizem os organizadores.

“Processo de domesticação”, “Aspectos relacionados à implantação e condução de programas de melhoramento genético”, “Programa de seleção para pequenas propriedades” e “Endogamia em peixes e análise molecular” serão alguns dos temas do curso.

O curso é voltado a estudantes, produtores, técnicos e demais interessados. O Centro do Pescado Continental fica na av. Abelardo Meneses, com acesso pela rod. Washington Luís km 444.

Mais informações: www.pesca.sp.gov.br/index.php/instituto/eventos-institucionais/279-genetica-aplicada-a-aquicultura e (17) 3232-1777 e 3234-3204.

Agência FAPESP
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn