Ciência e Tecnologia

Como professores de graduação podem explicar os impactos causados pelas mudanças climáticas nos oceanos de uma forma mais interessante e interativa do que meramente apresentar um texto ou imagens sobre o assunto? Ou como possibilitar que os estudantes do ensino médio entendam as relações entre o oceano e o clima – como, por exemplo, o transporte de calor – por meio de experimentos simples, que possam ser realizados em sala de aula?

Aliar o plantio do sorgo granífero ao de capins tropicais perenes pode ser vantajoso tanto em termos econômicos quanto ambientais, revela uma série de estudos conduzidos na Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu. Alguns dos resultados mais recentes, obtidos com apoio da FAPESP, foram divulgados no periódico científico Agronomy Journal. “Nosso trabalho mostra que, além de não interferir na produção de grãos, o plantio consorciado aumenta a eficiência no uso da terra, pois também proporciona pasto de excelente qualidade durante o inverno.

Um dos problemas mais prementes da universalização do uso do celular e da internet é o acesso indiscriminado a sites e vídeos com conteúdo pornográfico. O acesso a tais conteúdos pode ser voluntário por parte de usuários maiores de idade, mas também pode ser absolutamente desaconselhável quando envolve menores. O acesso pode ainda ser involuntário, quando se recebe mensagens de correio eletrônico indesejadas, contendo anúncios com conteúdo obsceno, ou ocorrer de forma inadvertida, quando se visita um site invadido por piratas da tecnologia e que lá postaram conteúdo pornográfico.

(foto: recife de coral no litoral da Bahia/Ruy Kikuchi)A biodiversidade marinha no Brasil ganhará uma série com 10 livros em inglês voltados para estudantes, pesquisadores e demais interessados em conhecer os ambientes costeiros. Alexander Turra, professor do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP) e editor-chefe do projeto, explica que a série Brazilian Marine Biodiversity é resultado de um trabalho crescente que começou com a criação da Rede de Monitoramento de Habitats Bentônicos Costeiros (ReBentos),

O projeto Pauliceia 2.0: mapeamento colaborativo da história de São Paulo (1870-1940) será lançado no dia 4 de abril de 2017, às 14h, no Arquivo do Estado. O projeto prevê o desenvolvimento e a disponibilização na internet de uma base cartográfica digital histórica da cidade de São Paulo (1870-1940), associada a uma interface que permita a interatividade de pesquisadores, de forma a que estes possam alimentar a base disponibilizada com eventos espacializáveis de suas próprias investigações.

A esclerose sistêmica é uma doença autoimune caracterizada pelo ataque do sistema imunológico ao tecido conjuntivo. O sintoma mais evidente é a perda de elasticidade e o enrijecimento da pele. Porém, nas formas mais graves, pode ocorrer também a falência das funções renal, pulmonar e cardíaca, levando o paciente a óbito. O tratamento convencional com drogas imunossupressoras apresenta alta incidência de efeitos colaterais e baixo índice de êxito. A maioria dos pacientes não responde bem, e nos casos mais graves a mortalidade cinco anos após o diagnóstico pode chegar a 50%.

fapesp 28mar2017 1Com seu tamanho diminuto, um mosquito pode causar um medo considerável. Principalmente se, esmagado com um tapa depois da picada, exibir patas listradas. E mais ainda se quem levou a picada estiver grávida. Transmissor dos vírus causadores de Zika, dengue e chikungunya, o mosquito Aedes aegypti é de fato um inimigo temível. Por isso o físico Glaucius Oliva, professor do Instituto de Física do campus de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP) e coordenador do Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar),

fapesp 28mar2017Pesquisadores do Instituto de Física Gleb Wataghin da Universidade Estadual de Campinas (IFGW-Unicamp) desenvolveram teoricamente um dispositivo fotônico de silício que poderá viabilizar a interação entre ondas ópticas e mecânicas que vibram na faixa de dezenas de gigahertz (GHz). Resultado dos projetos “Nanofotônica em semicondutores dos Grupos IV e III-V” e “Optomecânica em cristais fotônicos e fonônicos”,

Evidências da literatura científica sustentam a hipótese de que o Pleistoceno – era geológica ocorrida entre 2,5 milhões e 11,7 mil anos atrás – tenha sido uma época de mudanças climáticas radicais. Períodos muito frios e secos teriam se intercalado com outros bastante quentes e úmidos. Em um estudo publicado no Biological Journal of the Linnean Society, pesquisadores ligados ao Programa BIOTA-FAPESP investigaram como essa variação no clima teria impactado a distribuição e o processo evolutivo de 15 espécies de aves endêmicas da Mata Atlântica.

O Serrapilheira, instituto privado de apoio à ciência, recentemente constituído, vai apoiar pesquisa nos campos das ciências da vida, das ciências físicas, das engenharias e da matemática. Com sede no Rio de Janeiro, o instituto – uma associação civil sem fins lucrativos – vai operar com recursos oriundos de um fundo patrimonial constituído por doação de Branca e João Moreira Salles no valor de R$ 350 milhões. Seu orçamento será de cerca de R$ 16 milhões anuais, correspondente ao ganho real estimado da aplicação financeira dos recursos do fundo.

Assim como as formigas e os cupins, diversas espécies de abelhas sem ferrão no Brasil possuem guardas ou soldados especializados para defender suas colônias de eventuais ataques de inimigos naturais. O surgimento dessas abelhas guardiãs – que são mais robustas, têm maior porte e, em alguns casos, apresentam coloração diferente das abelhas operárias mais comuns – começou nos últimos 25 milhões de anos e coincidiu com o aparecimento de abelhas “ladras”, que representam uma grande ameaça para muitas espécies de abelhas sem ferrão.