Cultura e Arte

Com o objetivo de preservar a memória da botânica brasileira, Massanori Takaki, professora da Universidade Estadual Paulista (Unesp) , criou o projeto Memória em vídeo dos Botânicos do Brasil. A iniciativa reúne vídeos de entrevistas nas quais os próprios botânicos contam as suas trajetórias acadêmicas e científicas. O material está disponível para livre acesso no portal do projeto.

Entre os dias 17 e 26 de abril acontece na UFSCar a exposição 'Você sabe quem somos nós?'. Textos, artigos científicos, trechos da Constituição Federal e da declaração da ONU sobre os direitos dos povos indígenas, além de frases de autoria dos próprios alunos indígenas e não indígenas da UFSCar retratam os aspectos atuais da situação dos índios de tribos brasileiras.

Darcy RibeiroFilho de farmacêutico e professora, nasceu em 1922, em Montes Claros, Darcy Ribeiro – uma das personalidades mais inquietas do século passado. Como antropólogo, trabalhou junto aos índios do Pantanal, Brasil Central e da Amazônia. Fundou o Museu do Índio e criou o Parque Indígena do Xingu e deixou uma vasta obra etnográfica e de defesa da causa indígena. Foi um dos idealizadores da Universidade de Brasília (UnB), sendo seu primeiro reitor.

indioO Centro de Museologia, Antropologia e Arqueologia (Cemaarq) da Unesp de Presidente Prudente realiza, de 16 a 21 de abril, a exposição “O Índio no século XXI”. A mostra apresentará um pouco da vida indígena em pleno século XXI e os problemas que eles vêm enfrentando com o contato com a sociedade.

Swiss-DixieA paixão de tocar jazz no estilo Dixieland fez com que um grupo de professores suíços radicados no Brasil formasse, em 1975, a Swiss College Dixie Band.  A banda, que já participou de importantes festivais como Jazz Festival Brasil e o Jazz Festival Modiri Molema ( África do Sul), se apresenta na Fundação Ema Klabin, nesse sábado,14, às 16h30, com entrada franca. O show faz parte do projetoMúsica do Mundo.

O Museu Diversão com Ciência e Arte do Instituto de Física da Universidade Federal de Uberlândia (Dica/Infis/UFU) estará aberto ao público em geral neste sábado (14), das 15 às 21 horas. Tradicionalmente, as visitações no Museu são pré-agendadas, mas neste ano o Dica traz novidades. “A ideia é abrir o Museu uma vez ao mês, sempre aos sábados, para que a população tenha mais uma opção de lazer na cidade”, diz a coordenadora do Dica professora Sílvia Martins.

A Comissão de Cultura e Extensão Universitária e a Divisão de Biblioteca e Documentação da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) inauguram no dia 13 de abril, às 11 horas, a exposição Theses Inauguraes: Recuperação e Registro. A mostra faz parte das comemorações do centenário da FMUSP e conta como foi o processo de recuperação de mais de 700 teses de conclusão de curso feitas pelos primeiros estudantes da instituição. Traz ainda quatro trabalhos realizados por alunos da primeira turma, formada em 1918.

A mostra Fronteras Nómades II com o tema Interferencias territoriales- flujos artísticos, representada no Brasil pelo Museu Olho Latino, está em exposição de 12 a 28 de abril no Centro de Convenções “Victor Brecheret” em Atibaia. A exposição é itinerante e já foi exposta no início do ano na Sala Ana Cortés da Universidad Metropolitana de Ciencias de la Educación em Santiago, capital chilena, e no Encuentro Internacional de Patrimonio que se realizou em Corral, cidade turística ao sul do Chile.

Você gosta de arte contemporânea? A Fundação Ema Klabin promove encontros mensais com renomados expoentes da área, possibilitando ao público  discutir com os artistas conceitos, imagens e  interpretações das obras propostas. Na próxima quinta feira, 12 de abril, às 19h30, o doutor em artes visuais e professor da Faculdade de Belas Artes de São Paulo , Sergio Niculitcheff, é o convidado do  Programa Arte-Papo.

unila-logoA partir desta quinta-feira (12) a Fundação Cultural de Foz do Iguaçu vai sediar a exposição “Fotografía en los Andes”. As imagens, que estarão expostas até o dia 11 de maio, são o resultado de uma pesquisa da professora de Antropologia da UNILA, Danielle Araújo, sobre a cerâmica do Distrito de Pucará, no Peru.

unb logoA reabertura da exposição fotográfica UnB 50 Anos, História e Memória, na noite desta segunda-feira, na Biblioteca Central, deu início ao calendário de abril das comemorações do cinquentenário da Universidade de Brasília. A mostra relembra, por meio de fotografias e documentos raros, os anos de implantação da instituição.