Cultura e Arte

O Brasil e outros países de Língua Portuguesa acabam de ganhar uma versão da coleção "História Geral da África", considerada internacionalmente a principal obra de referência sobre o continente africano e composta por oito volumes com cerca de 10 mil páginas no total. A tradução da obra foi coordenada pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em uma parceria com a Unesco e a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação. A pesquisa para elaboração da Coleção começou em 1964, com o objetivo de contar a história da África a partir da perspectiva dos próprios africanos.

unifieo-logoO UNIFIEO (Centro Universitário FIEO) foi uma das instituições de ensino universitário, além da Universidade de São Paulo, a receber a doação de 347 volumes da biblioteca Guita e José Mindlin, o mais importante acervo particular do Brasil. “Isso mostra o quanto somos respeitados no universo acadêmico. Se não fossemos criteriosos e cuidadosos com o nosso acervo, não seríamos escolhidos”, afirmou o reitor José Cassio Soares Hungria. Para Maria Helena Paula de Oliveira Cardim, coordenadora e bibliotecária chefe, a biblioteca Guita e José Mindlin se tornou um ícone na América Latina pela qualidade das obras e pela preservação dos documentos raros sobre o Brasil. “Isso é de extrema importância para a memória nacional”.

Até 2011 o Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS (MCT) promove a exposição "Anfíbios: Diversidade e Ameaças". Realizada em parceria com a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, a mostra conta com painéis informativos que expressam a atual situação do grupo, esclarecendo aos visitantes questões como número de espécies existentes no Brasil, suas relações com o ecossistema e os principais agentes que as ameaçam.

Em comemoração ao centenário de nascimento de Carlos Chagas Filho, a Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) inaugurou nesta segunda-feira (6/12) uma exposição, lançou dois livros e promoveu uma récita de ópera. A mostra ficará  aberta ao público até maio de 2011, na sala 307 do Castelo da Fiocruz, campus de Manguinhos, de terça a sexta-feira, das 9h30 às 16h30, e aos sábados, das 10 horas às 16 horas.

yoko-tokueNesta quinta, 9, o Conservatório UFMG recebe, às 20h, a pianista japonesa Yoko Tokue. A artista, nascida em Tóquio (Japão), realizou em 2005 recital de 40 anos de carreira no Kioi Hall, com apresentação de Masato Wakabayashi. Gravou um CD em comemoração ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil em 2008, e, no ano seguinte, realizou várias apresentações no Brasil. A pianista começou a aprender música aos quatro anos de idade e concluiu seus estudos no Conservatório de Música Toho. Venceu prêmios como o concurso nacional de música realizado pelo jornal Mainichi e pela rede de televisão NHK em 1964, e o prêmio Wolsey and Keithill, na categoria piano, do concurso de música em Chester (Inglaterra) em 1979.

Será lançada nesta quinta-feira, 9, em Brasília, a edição em português da Coleção História Geral da África. A obra foi criada com o objetivo de contribuir para a promoção do ensino da história e cultura africana nas escolas. O material foi editado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) no Brasil, em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A intenção é fazer com que professores e estudantes lancem um novo olhar sobre o continente africano e entendam sua contribuição para a formação da sociedade brasileira.

O Arquivo Público do Estado de São Paulo lançou uma exposição virtual sobre a Revolta da Chibata, que completou 100 anos em 2010. A exposição para ser acessada pela internet contempla os principais momentos da Revolta, contexto histórico, motivos que levaram à deflagração do conflito e os desdobramentos do levante iniciado em 1910. O conflito, também conhecido como Revolta dos Marinheiros, foi um movimento de integrantes da marinha do Brasil que culminou com um motim que se desenrolou em novembro de 1910 na baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, sob a liderança do marinheiro João Cândido Felisberto. Maus-tratos, chibatadas, falta de qualidade na alimentação e a impossibilidade de formação de carreira provocaram a insatisfação dos marujos que decidiram se rebelar.

A ESAMC Santos promove até o próximo dia 17, das 8 às 22 horas, com visitação gratuita, a mostra fotográfica "Santos, lado B". Organizada por alunos de vários cursos, sob orientação da professora Vanice Ribeiro da Silva, a exposição está montada nas dependências da faculdade, localizada na rua Egydio Martins, 181, Ponta da Praia, Santos (SP). De acordo com a docente responsável, o público que vier conhecer o trabalho se surpreenderá com os olhares diversos sobre Santos. É um convite para parar e perceber a Cidade. Surpreender-se com aquilo que já se tem familiaridade. "O nome da exposição surgiu da ideia de mostrarmos a cidade de Santos de um modo híbrido, ambíguo, salientando o lado da cidade por vezes velado, não aparente ou latente, e que se distingue de um 'lado A', sempre presente. Procuramos singularizar a cidade por meio desse suposto contraste subjacente", adianta Vanice.

udf_logoPelo segundo ano consecutivo, o Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) será sede do Anime Nation, festival dedicado à cultura japonesa. Organizado pela Yamato Comunicações, o evento acontecerá nos dias 11 e 12 de dezembro. Haverá shows musicais, campeonato de games e concurso de cosplays.  Anime Bingos, Batalha Campal, Anime Quiz, aulas de japonês, entre outras atividades, também serão oferecidas. Em 2010, o Anime Nation contará com atrações musicais internacionais. Nobuo Yamada, cantor da abertura original do desenho animado “Cavaleiro dos Zodíacos”, vem ao Brasil pela primeira vez para um show. A vinheta "Pegasus Fantasy" foi gravada por Yamada em 1986. Desde então, o cantor caiu nas graças dos fãs de animes e tem lotado apresentações ao redor do mundo.

Nesta quinta-feira, dia 9 de dezembro, será lançado o livro "Memória Musical: Retratos de um Conservatório", que registra a história da música em São Carlos desde suas origens até a década de 90. O livro, publicado pela Editora Annablume, é resultado de uma pesquisa de doutorado realizada no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Atualmente, a autora Rita de Cássia Fucci Amato é pós-doutoranda da USP e regente do Madrigal InCanto, grupo vocal a cappella.

ema-klabin-logoNo próximo dia 11 de dezembro (sábado), acontece a última apresentação de 2010 do Programa Música do Mundo da Fundação Ema Klabin. A Banda Klezmer Brasil se apresenta a partir das 16h30, com entrada franca. Formada em 1994, a Banda é um dos poucos grupos brasileiros especializados em canções ídiche e música klezmer. O ídiche é um idioma que se desenvolveu nas áreas fronteiriças franco-germânicas da Idade Média, e seu repertório musical retrata desde temas políticos até temas da vida cotidiana dos shtetl, pequenas aldeias no século XIX e XX.